Lanterna Mágica – Festival Internacional de Animação

 

2º Lanterna Mágica – Festival Internacional de Animação

Local: Espaço Sonhus – Goiânia/GO
Data: 23 a 27 de Maio de 2018.

O FESTIVAL!

O Lanterna Mágica é um festival internacional de animação que tem o intuito de promover e difundir o mercado de animação mundial. O festival acontece na cidade de Goiânia, Goiás anualmente e fez sua estreia no calendário mundial em 2017. Entre 23 e 27 de maio de 2018 acontece a sua segunda edição no Espaço Sonhus, no Centro da cidade. A programação inclui mostras competitivas e não competitivas, oficinas, estudos de caso, palestras e algumas surpresas a mais. Todas as sessões e atividades são gratuitas.

O festival é uma realização da Caolha Filmes, que produz animações e conteúdos voltados ao público infantil e infanto-juvenil, como curtas, séries e longas. O Lanterna Mágica tem direção geral de Camila Nunes, Iuri Moreno e Lara Morena. Os filmes inscritos passam por uma curadoria oficial, formada por convidados que atuam na área do mercado audiovisual de animação, e integram as mostras competitivas e não-competitivas.  As premiações são feitas a partir da escolha dos jurados e do público que acompanha as exibições. 

Acompanhe o Lanterna Mágica: 

Facebook: /lanternamagicafestival
Instagram: @lanternamagicafestival

Premiados 2018

PREMIAÇÃO | MOSTRA COMPETITIVA INTERNACIONAL DE CURTAS

Jurados: Otto Guerra, Reinel Garcia e Giulia Bokel

→ Melhor Filme: “Dva Tramvaya”, de Svetlana Andrianova (Rússia)

→ Melhor Direção: “The Box”, Dušan Kastelic (Eslovênia)

→ Melhor Roteiro: “The Box”, Dušan Kastelic (Eslovênia)

→ Melhor Técnica de Animação: “An Island”, Rory Byrne (Irlanda)

→ Melhor Som: “The Box”, Dušan Kastelic (Eslovênia)

→ Melhor Trilha Musical: “Island”, de Max Mörtl & Robert Löbel (Alemanha)

→ Júri Popular: “The Box”, Dušan Kastelic (Eslovênia)

 

PREMIAÇÃO | MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE CURTAS

Jurados: Paulo Miranda, Márcio Júnior e Guilherme Araújo

→ Melhor Filme: “Plantae”, de Guilherme Gehr (RJ)

→ Melhor Direção: “Plantae”, de Guilherme Gehr (RJ)

→ Melhor Direção de Arte: “Adeus”, de Marília Feldhues (PE)

→ Melhor Roteiro: “Metamorfose”, de Jane Carmen (MG)

→ Melhor Técnica de Animação: “Destino”, de Moisés Pantolfi (SP)

→ Melhor Som: “Mira”, de Janaina Da Veiga (PR)

→ Melhor Trilha Musical: “Diário de Areia”, de Isadora Morales e Sarah Guedes (MG)

→ Júri Popular: “Celuloukos”, de Oziel Pereira (SP)

 

Realização

Caolha Filmes


Gostou?
Compartilhe!